Arte parintinense revela influências das religiões de matriz africana na região Norte.

Manaus (AM) — No coração vibrante do Brasil, a riqueza cultural do país se manifesta por meio de uma incrível mistura de crenças e etnias, com destaques significativos para as heranças indígena, branca e negra. Esse panorama é particularmente notável na região Amazônica. Nesse contexto, Messias Evangelista, um artesão de Parintins, deu vida ao projeto “Entalhes da Fé”. Essa iniciativa propõe a criação de esculturas em madeira que celebram e evidenciam a influência robusta das religiões afro-brasileiras na área Norte do país.

O projeto “Entalhes da Fé” teve o privilégio de ser selecionado por meio do edital da Lei Paulo Gustavo, recebendo o apoio não só da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas (SEC) mas também da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult) de Parintins.

Messias Evangelista compartilha que o grande objetivo do “Entalhes da Fé” é enaltecer a fé afro-amazônica através da arte meticulosa do entalhe. “Este projeto nasce de uma pesquisa profunda e de uma colaboração entre artistas, pesquisadores, lideranças religiosas e comunidades afro amazônicas. Além disso, almejamos desfazer preconceitos e estereótipos ligados às religiões de matriz africana, valorizando essas ricas tradições e fomentando a diversidade cultural e o respeito entre todos,” afirma o artista, que também participa ativamente no Terreiro de Umbanda Ogum Beira-Mar e Cabocla Mariana, localizado em Parintins.

Esculturas de madeira destacam a influência e a expressão da fé das religiões de matrizes africanas. Foto: Divulgação.

O artista também detalha o meticuloso processo de criação das obras e a formação de sua equipe, enfatizando a importância artisticamente e socialmente da escolha pela técnica de entalhe. “Priorizamos a contratação de indivíduos localmente talentosos no ramo do artesanato, visando não apenas o refinamento de suas habilidades mas também o estímulo à geração de renda dentro de Parintins, além de fomentar a autossuficiência financeira,” ele reforça.

Larice Butel, historiadora de Parintins, desempenhou um papel crucial na pesquisa que fundamentou o “Entalhes da Fé”. Ela reflete sobre o processo criativo por trás do projeto. “A essência do projeto reside nos resultados alcançados em cooperação com o Centro Cultural Ogum Beira-Mar e Cabocla Mariana. Messias Evangelista prestou especial atenção às raízes ancestrais candomblecistas e umbandistas ao construir as obras e o discurso do projeto,” ela observa.

No total, 15 peças artísticas, incluindo atabaques e a flecha de Oxóssi — símbolo do conhecimento e das florestas — foram produzidas por Messias Evangelista e sua equipe. Essas obras serão expostas ao público no Mercado Municipal Leopoldo Neves, em Parintins, a partir de sábado (9), às 8h da manhã.

*Com informações da assessoria

Continue lendo:

– ‘Empodera Ela’: A Feira de artesanato destaca o poderoso trabalho de 20 mulheres em Manaus.
– Campanha “Empodera Elas”: Exibição de itens produzidos por artesãs em Manaus.
– O Cineclube de Arte de Manaus traz à luz o talento de dois cineastas amazonenses.

Fonte: https://folhadesorocaba.com.br/de-volta-sorocaba-reinaugura-unidade-do-sabe-tudo-conect-apos-anos-de-inatividade/